Bem vindo a Santiago “2012”

por najara ssampaio

Palácio de la moneda

Santiago foi fundada pelo conquistador espanhol Pedro de Valdivia, no dia 12 de fevereiro de 1541, com o nome de “Santiago de Nueva Extremadura” (em honra ao Apóstolo Santiago, santo patrono daEspanha). A cerimônia de fundação ocorreu no “Cerro Huelén” (renomeado por Valdívia como Cerro Santa Lúcia). Assim, Pedro de Valdivia iniciou a conquista do Chile. Foi escolhida essa região por seu clima moderado e por estar ao lado do rio Mapocho. Por conselho do cacique picunche Millacura, a cidade foi fundada entre os dois braços desse rio.A cidade foi destruída no dia 11 de setembro de 1541 pelas forças dos nativos da região, chefiados por Michimalonco, que promoveu a Guerra do Arauco.
Os primeiros edifícios da cidade foram construídos com o apoio dos nativos picunches. Um pequeno riacho-afluente sul do rio Mapocho foi drenado e transposto, convertendo-se em uma passagem pública, conhecida como Alameda (hoje, a Avenida Libertador Bernardo O’Higgins).A cidade foi palco da Guerra da Independência (18101818). Com a conquista da independência em 1818, logo foi nomeada capital, nesse mesmo ano.
Graças à gestão do intendente Benjamín Vicuña Mackenna (1872-1875), se criou a estrada do Cerro Santa Lúcia e começou a expansão da cidade. Na década de 1880, as salitreiras do norte do Chile trouxeram prosperidade ao país, promovendo o crescimento de Santiago. No entanto, mesmo no final do século XIX, Santiago não passava de uma pequena capital, com poucos edifícios, entre eles, o Palácio de La Moneda, prédio utilizado pelo governo chileno, algumas igrejas e outros prédios cívicos. A Igreja da Companhia de Jesus sofreu um incêndio em 1863, durante uma missa, e mais de 2000 pessoas morreram. Este foi o maior incêndio já registrado na capital até hoje.
Vista do Paseo Ahumada, no centro da cidade, no fim da década de 1920.
Durante a República Autoritaria se criaram a Universidad de Chile, a Escuela Normal de Preceptores, a Escuela de Artes y Oficios e a Quinta Normal, que incluía os museus de Bellas Artes (atual Museu de Ciencía e Tecnología) e de História Natural.
Durante a celebração do Centenário da República, em 1910, criou-se o atual Museu de Belas Artes, o Parque Florestal, a Biblioteca Nacional e a Estação de Trem Mapocho (hoje, um centro de eventos). Junto aos anteriores, as obras do Centenário da República também incluíram a construção do sistema de esgotos e recolecção de águas das chuvas do centro de Santiago, a cargo da companhia francesa Batignolles e Fould.
O século XX se destaca pelo grande crescimento da população, principalmente de gente que provinha do campo, o que descontrolou a planificação urbana e a cidade começou a crescer indiscriminadamente.
Santiago começou a se transformar em uma cidade moderna a partir da década de 1930, com a construção do Bairro Cívico, em torno do Palácio de La Moneda. A cidade se expandiu até as periferias e, em 1940 nasce o conceito da Gran Santiago (Grande Santiago) chegando a quase um milhão de habitantes.Em 1975 se inaugura o Metropolitano de Santiago, um grande avanço para o transporte da cidade. Em 1985, um sismo destruiu algumas importantes construções históricas no centro da cidade.Resultado de seu radical crescimento e desenvolvimento econômico e social, intensificado com seu “boom” econômico na década de 1990, Santiago pertence ao grupo dos maiores e mais importantes centros financeiros da América Latina. ( Wikipedia
)por najara sampaio
Pela história que vimos acima, agora vamos seguir rumo Santiago e conhecer cada um desses nomes citados !
Hora de ir para Santiago fomos até o termina de ônibus de Quintero e conseguimos uma companhia mais em conta Palmira Norte, pagamos 5000 mil pesos ( R$ 21,00 reais) na época. Descemos ns Estacíon Central e seguimos rumo ao Metro Baquedano onde estaria nosso hotel Baleares esse hotel é bem simples mesmo, café da manhã fraco, quartos quentes, porém o atendimento das meninas da recepção foi bom, super atenciosas.Como era só por uma noite, não fizemos questão de um hotel melhor. Deixamos nossas coisas no hotel e fomos conhecer o Centro Artesanal Santa Lucia fica na av.Bernardo O’Higgins a frente do Cerro Santa Lucia quem vai de metro desce na linha Santa Lucia e anda um pouco é bem pertinho do metro. Está feirinha tem muitas opções de lembrancinhas do Chile,coisas em couro, cobre,madeira, chaveiros e vários artesanatos com Lapis Lazuli( uma pedra semipreciosa só encontrada no Chile e Afeganistão). Fomos também para  Pueblito de los Dominiacos, em las condes em ambos você pode encontrar uma variedade de artesanato, tais como roupas de lã trazidas de Chiloé, tecelagem Mapuche ou  vasos de cerâmica de Pomaire.
por najara sampaio

Estacíon Central e metro Baquedano

A noite jantamos em um restaurante Parriladas Beer Hall, ele fica bem em frente ao metro Baquedano ao lado do teatro universidad de Chile para conhecer a famosa, muito gostosa veia acompanhada com Batata frita e saladas.
por najara sampaio

Restaurante Parrilladas e Hotel Baleares

Rumo ao próximo hotel no dia seguinte Hotel Novotel fica na Av. Américo Vespucio Norte 1630 não tem metro perto então descemos no metro Escuela Militar e fomos caminhando até o hotel a caminhada é longa, bem longe, rs porém como eu gosto de ir andando conhecendo a cidade foi o máximo, a rua é bem tranquila os motorista são super simpáticos logo que chegamos eu não adquiri o cartão BIP!  então os motoristas deixaram pegar o ônibus sem pagar passagem, no dia seguinte já adquiri o cartão BIP! é como o sistema bilhete único de São Paulo você pode pegar metro e ônibus sem pagar integração, para quem vem a Santiago e quer andar somente de metro o bilhete é a melhor opção pois você pode pegar até 3 ônibus ou 1 metro e 3 ônibus, vale super a pena. lembrando que o metro funciona até as 23hrs e tem valores diferenciados dependendo do horário são chamadas de Punta (pico), Valle (normal) e Baja (baixa) já o ônibus a tarifa é unica a passagem custa +-420 pesos (R$ 1,50). de acordo com o horario o preço cai para 380 pesos (R$ 1,25) vc utilizará muito pouco o metrô. O melhor é mesmo explorar a capital a pé. Algumas estações possuem internet sem fio grátis.
Tarjeta BIP

Cartão Bip!

Hora de passear pela cidade !
POR NAJARA SAMPAIO

Rua Americo Vespucio Nte

Fomos em um evento da empresa em que trabalho na Movistar Arena  para chegar pegamos o metro Escuela Militar linha 1 vermelha e descemos no Unión Latino Americana de lá fomos caminhando até a Arena é umas 9 quadras, a arena é bem grande e super sinalizado.  Saímos da arena e fomos almoçar em um restaurante Indiano próximo ao metro Los leones,  gente eu não lembro o nome do restaurante, esqueci de tirar foto da entrada,  super arrependida é que entramos no restaurante tão distraídos que acabei esquecendo! Quem olhar as fotos e já tenha passado ou lembra, por favor deixa um comentário, o restaurante é muito bom a comida era perfeita e deliciosa, super temperada com um gosto incrível, amei mesmo esse restaurante.
Por najara sampaio

Restaurante Indiano (metro Los leones )

SANTI

Monumento al General Schneider

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *